Se perguntassem para você o que é ser sexy, o que você responderia? E se pedissem um exemplo de uma mulher sensual, seria fácil de escolher? Neste post vamos abordar este tema um tanto quanto polêmico. Também vamos contar um pouco da história da marca Sexy Vinte e Oito e de como nasceu o Blog da Sexy. Acompanhe!

O manifesto da Sexy Vinte e Oito

Acreditamos que ser sexy é uma questão de atitude, expressão e autoestima. Um sentimento único e autêntico. É atrair, ser interessante, estimular outras pessoas, e não tem nenhuma ligação com padrões de beleza, gênero ou com roupas específicas. Mesmo assim, o termo infelizmente ainda é muito relacionado com generalizações como “toda brasileira é sexy” ou confundido com vulgaridade, nudez, sedução e por aí vai. Este não é um adjetivo de simples definição e sim um conceito muito abstrato e com diversos entendimentos.

Natália da Rosa Frota, idealizadora da marca Sexy Vinte e Oito
Natália Frota, idealizadora da Sexy Vinte e Oito
“A Sexy Vinte e Oito, mais do que uma loja virtual de moda íntima, beachwear e artigos sensuais, busca traduzir o poder feminino em sua curadoria de produtos. Queremos inspirar e incentivar outras mulheres de atitude como nós mesmas.”

Neste contexto, a campanha de lançamento do nosso e-commerce em 2017 trouxe uma reflexão sobre a palavra “sexy” e seus significados, baseada na crença de que a comunicação pode exercer uma profunda transformação positiva sobre o mercado e sobre a sociedade.

Convidamos o artista Sauê Ferlauto, especialista em lettering, para transformar simples cadernos sem pauta em nosso manifesto. Depois de um trabalho muito legal de design e personalização, enviamos estes cadernos para cerca de 80 mulheres gaúchas com a provocação: “O que é ser sexy?” A ação promoveu diversas discussões interessantes sobre o tema nas redes sociais, principalmente no Instagram. Muitas delas utilizaram as folhas brancas para expressar opiniões sobre o assunto.

O que é ser sexy você?
Design criado por Sauê Ferlauto

O Blog da Sexy

Não existe manual, lista ou dez passos que ensinam ou tornam uma mulher sexy. Nada mais clichê do que os tais “Guias Definitivos”. Estes passam batido pelo tablet e nem chegam na mesa de cabeceira da mulher sensual e segura de si. E assim surge um desafio enorme que é criar conteúdos interessantes para esse perfil e nasce o Blog da Sexy. Despertar este lado feminino é arte, é vibrante, é empoderamento! E para nós, empoderamento é a consciência sobre o que somos, como vivemos e o que queremos, livres de todas imposições e preconceitos de comportamentos alheios às nossas vontades. Um princípio básico de uma mulher sexy é fazer o que lhe agrada.

Campanha de lançamento da marca Sexy Vinte e Oito
Campanha motiva uma reflexão feminina

Desta forma, o blog é um canal feminino criado para propor uma conversa sobre temas que as mulheres adoram.  Tendências de moda, amor e sexo, além de ideias inspiradoras sobre viagens, filmes, eventos, bem-estar, casamento e até dicas para apimentar o relacionamento são os tópicos principais.

Gostou do blog? Cadastre o seu e-mail e receba as novidades. Também acompanhe as atualizações semanais no Facebook e no Instagram. Já no nosso e-commerce você pode conhecer um pouco mais da história da marca.

3 Comentários

  1. Olá! Posso dizer? Amei seu blog e a proposta dele. Explico: ser sexy e/ou me sentir dessa forma é algo muito difícil pra mim. Não sei se porque minha autoestima não é lá essas coisas por conta da minha condição física, ou se minha condição física faz despencar minha autoestima, não sei. A verdade é só de imaginar minha pessoa ligada a esse adjetivo fax com que eu me sinta sem graça e até um pouco ridícula kkkk Mas isso é assunto pra anos de terapia.
    Enfim, parabéns pelo blog. Ganhou uma seguidora fiel.

    • Sexy Vinte e Oito Responder

      Oi, Malu! Você é linda e muito sexy, sim! Adoro os seus textos e as suas reflexões. Sinto que sou sua amiga e te admiro muito. Um beijo, Natália

  2. Realmente esse tema é bem polêmico e o assunto dá uma longa prosa.
    Concordo plenamente que as pessoas ainda confundem ser sexy com ser vulgar, ou pior ainda com vulgaridade.
    Acho que ser sexy é acima de tudo um estado de espirito, que depende do momento e da intensidade de ser.
    Bjinhos,
    http://www.prosaamiga.com.br

Escreva um comentário